Fotografo: Reprodução
...
Sem Legenda

A Câmara Municipal de Curionópolis, a 130 km de Marabá, realizou na manhã de quarta-feira, 10, sessão extraordinária para votar 12 projetos de interesse do Executivo. A sessão, no entanto, não está sendo realizada no plenário da Câmara e sim em uma sala, sem a autorização da presença da Imprensa e do público.

Algumas pessoas, que vieram para acompanhar a sessão, acharam estranha essa atitude, por se tratar de projetos de interesse da população. Segundo os vereadores, a sessão extra é interna e, por isso, alguns vereadores estão vestidos informalmente e, por isso, não é permitida a captação de imagens, para a preservação da “imagem” dos parlamentares.
Entre os projetos votados esta manhã está o polêmico Projeto de Lei Complementar, de Nº 02, de 2 de julho de 2019, que institui a cobrança de pedágio sobre transportes rodoviário de carga nas estradas vicinais de acesso ao Distrito de Serra Pelada.

O projeto, enviado à Câmara com pedido de urgência, é o que está gerando mais debate entre a bancada governista e a oposição, liderada pelos vereadores Gildásio Borges (PSD) e Magno Santos (MDB). A Equipe de reportagem está na porta da Câmara Municipal e, logo mais, divulgaremos detalhes sobre a sessão e se o projeto foi ou não aprovado.