Fotografo: Reprodução
...
O Prefeito não descansa e sempre está em busca de recursos e investimentos para o Município

Quando o trabalho de um administrador é eficiente, o resultado é elogiado. É o que podemos falar da administração de Gilsinho Brandão à frente da prefeitura de Uruará, no sudeste do Pará. O Prefeito não descansa e sempre está em busca de recursos e investimentos para o Município, tanto em Belém quanto em Brasília (DF).

Uruará tem a segunda maior produção de amêndoa de cacau do Brasil, ficando atrás de Medicilândia, também no Pará, e isso chama a atenção de todo o mundo. Tanto é, que a Fazenda Panorama, de propriedade da empresária Elcy Gutzeit, foi uma das 50 classificadas para concorrer ao prêmio de maior produtor de amêndoa de cacau do mundo, em evento que aconteceu no último final de semana em Paris (França), sendo que do Brasil além da Fazenda Panorama (de Uruará), somente o produtor João Tavares, da Fazenda Leolinda, da Bahia, foram classificados para concorrer a esse prêmio.  

O deputado estadual Eraldo Pimenta (MDB), uma das maiores lideranças políticas da região, esteve em Paris (França), participando desse evento internacional. Ele esteve representando a Assembléia Legislativa do Pará (Alepa).

O município de Uruará é o segundo maior produtor de amêndoa de cacau do Brasil. Em primeiro lugar está o município de Medicilândia, também no Pará. Segundo o deputado Eraldo Pimenta, tal fato gera o fortalecimento da economia de nossa região neste intercâmbio econômico mundial. O grupo familiar da Fazenda Panorama vende amêndoas para diversas regiões do Brasil, e ainda para países como Bélgica, França e Tailândia.

DESTAQUE: O programa Globo Rural do último domingo destacou a importância da produção de cacau no Pará, em especial nos municípios de Uruará e Medicilândia.

“É um orgulho pra todos nós vermos a Cultura mais Importante da Região sendo noticiada a nível Nacional! O Cacau é cultivado em Sistema Agroflorestal, unindo a cultura agrícola do Cacau às espécies florestais, que tem como finalidade fornecer sombra à lavoura de Cacau. Isso tem diversas vantagens do ponto de vista ambiental, pois protege o solo dos agentes erosivos, conserva a fauna e a flora nativa e além de permitir a ciclagem dos nutrientes! Tem uma importância social ímpar pra região, já que é grande empregadora de mão de obra, por ser basicamente artesanal sua condução e seus tratos culturais! E é economicamente viável, mesmo com os problemas logísticos que nossa região enfrenta ainda assim é umas das atividades mais rentáveis do nosso Estado. Parabéns aos nossos agricultores pelo exemplo de perseverança e superação, em especial ao agricultor Raimundinho Bier, que representou muito bem todos nossos agricultores na matéria. Uruará e toda região da Transamazônica tem um potencial que ainda não foi descoberto pelo resto do Brasil, Viva Uruará, Viva o Cacau Produto da Nossa Terra, Viva nossos Agricultores!”, assim se pronunciou o prefeito de Uruará, Gilsinho Brandão. Com informações de Cirineu Santos.