Fotografo: Reprodução
...
Meghan Markle

A novidade foi contada no perfil do Instagram da @SussexRoyal, que representa o casal Meghan e Príncipe Harry. Segundo o texto publicado junto com a capa da edição, a Duquesa de Sussex fez a curadoria do conteúdo que está na revista junto com o editor chefe, Edward Enninful. O trabalho começou há sete meses, portanto quando ela ainda estava grávida de Archie.

"Forces for Change" foi o nome escolhido para a edição. A capa foi modificada: em lugar de apenas uma estrela, Meghan escolheu uma diversidade de mulheres que representasssem etnias, linguagens e profissões diferentes.

Peter Lindbergh, o fotógrafo responsável pelos retratos, explicou que a duquesa fez algumas exigências que são "a cara" dela. “Minhas instruções da Duquesa foram claras: 'Eu quero ver sardas!'. O fotógrafo conversou pelo telefone com Meghan durante a sessão de fotos em Nova York.

Aparecem na capa as modelos Adwoa Aboah, Chrissy Turlington e Adut Akech, a boxeadora Ramla Ali, a primeira ministra da Nova Zelândia Jacinda Ardern, as escritoras Sinéad Burke e Chimamanda Adichie, as atrizes Gemma Chan, Laverne Cox, Jane Fonda, Jameela Jamil, Yara Shahidi e Salma Hayek, a bailarina Francesca Hayward e a ativista mirim Greta Thunberg. "O décimo sexto espaço na capa, um espelho, foi incluído para quando você segurar a revista em suas mãos, você se veja como parte dessa coletividade", diz o texto.