Fotografo: Foto: José Eliomar/Sistema Verdes Mares
...
Navio Hospital "Papa Francisco" partiu da Praia de Iracema, rumo à Amazônia

A Diocese de Óbidos, no oeste do Pará, vive o clima de expectativa pela chegada do barco hospital “Papa Francisco”, que partiu na manhã desta terça-feira (11), de Fortaleza, Ceará, rumo à Amazônia. Antes de ir para Óbidos, a embarcação fará paradas em Belém e Santarém, no Pará.

Segundo Frei Joel Sousa, da prelazia de Óbidos, foram 20 meses de espera desde o início da construção do barco hospital no estaleiro da Indústria Naval do Ceará (Inace), em Fortaleza, até a sua partida. “Lembrando que não é só uma embarcação, é uma embarcação hospitalar. Então, tem várias coisas que foram feitas ao longo dessa caminhada. Tem ainda um trabalho longo para terminar de equipar o barco, e assim ele possa fazer a sua missão”, disse.

A ideia de construir o barco hospital surgiu após a participação do Papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude, realizada no Brasil em 2013. O pontífice mostrou preocupação com a carência de assistência em saúde para as populações ribeirinhas da imensa Amazônia.

A embarcação foi projetada para levar assistência médica a locais mais isolados, acessíveis por vias fluviais. É dotada de consultórios médicos e odontológicos, centro cirúrgico, sala oftalmológica completa, laboratório de análises, sala de medicação, sala de vacinação e leitos de enfermaria, além de equipamentos para exames, como raio-X, ultrassom, eco, mamógrafo, esteira ergométrica e eletro. Entre os serviços, também serão ofertados exames de PCCU.

O barco hospital vai contar com 10 tripulantes fixos e 20 voluntários, que sairão nas expedições que durarão, em média, 10 dias. A base será na cidade de Óbidos.

Frei Joel informou que antes de chegar em Óbidos, a embarcação fará uma parada programada em Belém. Depois, segue para Santarém, onde passará por inspeção da Capitania Fluvial.

“A embarcação está seguindo para Belém, onde fica uns dias para troca de tripulação e manutenção. Depois fica uns dias em Santarém para verificação pela Capitania Fluvial. A parte documental já está pronta, já fez o teste do mar e agora vai fazer o teste do rio, como prevê a legislação marítima”, explicou.

Ainda segundo Frei Joel, existe uma grande expectativa da comunidade obidense pelo início das atividades do barco hospital. A partida de Fortaleza para Óbidos foi motivo de festa. Muita gente acompanhou a transmissão ao vivo pela página da Associação Lar São Francisco, no Facebook, na manhã desta terça-feira.

“Nós somos uma família e sabemos que o barco hospital vai colaborar com a saúde da população com suporte da Santa Casa. Rezem por nós, para que façam um boa viagem. Tem três marinheiros aqui de Óbidos que já estão na embarcação. E logo logo, ela estará aqui para atender o nosso povo. É um sonho que está se tornando realidade”, finalizou Frei Joel.

*Colaborou Marcos Cantuário, de Óbidos